segunda-feira, 22 de agosto de 2011

Teimosia



Olhos caleidoscópios nessa minha cara despudorada me transportam intuitiva - às vezes, por auto-provocação - e aceleradamente ao ápice de minha insanidade. Deparo-me, então, distante de meu lugar. Louca. 
E sinto saudade do silêncio, da prece chorosa, da quietude de orar, esperar, confiar. 
Uma oração ao Deus da minha vida. 
Quero ir para casa.

6 comentários:

  1. E o louco, Mima, esteja certa: ora como poucos. Está muito próximo dos deuses.

    Beijos!

    ResponderExcluir
  2. Todos queremos pertencer a um lar, esse presente. Beijos

    ResponderExcluir
  3. Também sinto esta saudade... De verdade, Mima!

    ResponderExcluir
  4. Querendo muito voltar pra casa tb.

    ResponderExcluir
  5. Muito sincero. Adorei as palavras escolhidas e o sentimento retratado.
    bjs

    ResponderExcluir
  6. "Uma oração ao Deus da minha vida. "
    eu também tenho meu deus

    ResponderExcluir

Lança uma flor ou uma flecha. Só não passes por aqui sem deixar-me um pouco de ti.

Imagens

http://photo.net/

google/imagens

Visitantes

Seguidores

No jardim...

Siga-me por email!