quarta-feira, 10 de fevereiro de 2010

Fujonas

As palavras que eu almejo me fogem, como de costume. Escapam de mim como as bolhas de sabão que eu desejo tocar me escapam no ar, voando para longe e longe... Desaparecem do meu alcance, sem que eu as possa tocar. Ah, mas se um dia eu as capturo... elas vão se ver comigo! Vou transformá-las, só de pirraça, no poema mais lindo do mundo. Elas vão ver! E ainda por cima, depois de feito o absurdo poema, vou aprisioná-las na melodia mais envolvente do mundo, jamais ouvida por meus ouvidos! - só preciso também capturar a danada da melodia, que se esconde toda vez que eu penso que estou pensando nela...

menina-sonho

Homenagem à minha doce Maruskinha!

menina acorda em sonho
do sonho não se acorde
do sonho se alimente
respire essa magia
do sonho se revista
do sonho se perfume
do sonho não desista
nunca!

menina em sonho se banhe
em sonho se contente
em sonho se complete
em sonho se destaque
em sonho permaneça
ao sonho se abrace
do sonho não se perca
nunca!

menina-sonho voe
em sonho crie asas
em sonho adormeça
em sonho amanheça
em sonho se conheça
em sonho se aqueça
do sonho não se esqueça
nunca!

O cuidado

íntimo do meu abraço
abraço terno, seguro
casulo da minha oração.
gotas de chuva
calor causticante
minha vida em tua proteção.
algodão e seda
água em tua seca
silêncio em tua solidão.
preces minhas cuidadosas
lágrima que te banha
sobre tua distração.
tempo que eu protejo
bem que eu almejo
tua ilesão.
ao impossível
indefesa me ocultarei
minha rendição.
sob o Eterno
eu te esconderei
minha condição.

segunda-feira, 8 de fevereiro de 2010

Meu amado, beija-flor


Flores
Folhas
Vento ligeiro

Vôo
Pressa
Gesto faceiro

Busca
Espera
Fiel parceiro

Asas
Cansaço
Amor primeiro

Voa
Voa
Sente-se o cheiro

E enfim...

Cores.

Beleza.

Balanço meigo.

...[Pausa]

------------Quanta doçura...

Uuuhh

Pressa
Fascínio
Intenso desejo

Elo
Silêncio
Profundo anseio

Pássaro prisioneiro
Rende-se por inteiro
Instantes de um beijo.

sábado, 6 de fevereiro de 2010

Surpresa

Caixinha sob a árvore
Sussurro atrás da porta
Moeda no travessereiro
Surpresa!

Balinha no pé de meia
Bilhete à cabeceira
Café preparado à mesa
Surpresa!

Uma flor em dia de nada
Dez reais em bolsa de calça
Palmas lá na calçada
Surpresa!

Cartinha só por lembrança
Um anel pela aliança
Nos planos, pequena mudança
Surpresa!

Versinhos em dias corridos
Mensagem de madrugada
Chuva em manhã ensolarada
Surpresa!

Surpresa, surpresa!
Simples como seja
Venha-me em cor de sol
ou em flor de cerejeira
Em tempos oportunos
Por quem quer que seja
Apenas me venha
Como meu coração deseja.

sexta-feira, 5 de fevereiro de 2010

Que não me falte

a poesia

Poesia
Pois vida minha
Em meu dia

Poesia
Pois cores minhas
Em meus sonhos

Poesia
Pois que não me falte
Tristeza minha

Poesia
Pois que me siga
Rotina minha

Poesia
Pois que eu te respire
Amiga minha

Poesia
Pois que me console
Lágrima minha

Poesia
Pois que me sobre
Inspiração.

Imagens

http://photo.net/

google/imagens

Visitantes

Seguidores

No jardim...

Siga-me por email!