segunda-feira, 2 de maio de 2011

A força que move o mundo

[Esse poeminha estava em meus rascunhos aqui, esquecido. 
Então, resolvi postar.]


Por motivo de uma manhã triste
De um dia que nasce nublado e cinza
Meus humores se fecham como botão
E me inclino a escrever poesia.

E por sentir a fraqueza de ânimo
Tristeza do coração
Vazio de coragem
Penso na força de quem tem força.

O que move o mundo dos alegres?
Que mistério há no sorriso dos fortes?
Qual o segredo de um coração que ri?
Páro e investigo aqui.

O que me falta poderia ser dinheiro
Se esse tal me fizesse sorrir.
Mas de rico triste tanto já ouvi
Penso não ser isso o que me faria feliz.

Poderia ser destaque social
Mas já vi tantos decaírem ao final...
Penso que deve ser algo a mais
O que me falta, afinal.

Do que estou falando?
Por que tanta prosa aqui?
Sei que você já sabe
O mistério que finjo descobrir.

O amor é a tal força
Que o mundo pode mover
Que apaga passados tristes
E alegria pode trazer.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Lança uma flor ou uma flecha. Só não passes por aqui sem deixar-me um pouco de ti.

Imagens

http://photo.net/

google/imagens

Visitantes

Seguidores

No jardim...

Siga-me por email!