quarta-feira, 11 de maio de 2011

Escolha

"Ela não dormiu até tarde hoje, como se acostumou a fazer nos últimos meses, porque decidiu levantar cedo e dar uma aula de inglês particular. Hoje a primeira refeição dela não foi o almoço, como tem sido, porque, como decidiu sair cedo, precisou tomar o café da manhã. Hoje ela não vai assistir a novela da tarde, como é de costume, porque, como assumiu o compromisso de dar aulas, decidiu separar suas tardes para prepará-las. Hoje ela não vai navegar pela internet ao fim da tarde, porque decidiu fazer exercícios na academia. Hoje ela não vai passar a noite na casa de sua melhor amiga, porque, como decidiu malhar até às 19h, precisa tomar um banho e estar pronta às 20h30 para o curso de inglês, que decidiu fazer. Hoje ela não vai dormir cedo, como gostaria, porque decidiu estudar inglês até às 22h30. Hoje ela precisa decidir se vai assistir um episódio de The Tudors ou se vai dormir, quando chegar da aula de inglês. Hoje ela não vai ao teatro, não vai ao cinema, não vai ao shopping e não vai assistir um filme com as amigas. Ela não vai namorar, não vai ler um livro, não vai chorar, não vai à praia, não vai viajar e nem vai tomar sorvete. Ela não vai cortar o cabelo, não vai ao dentista, não vai à igreja, não vai assistir Friends, nem vai lanchar no Subway. Porque toda escolha tem seu preço. Todo sim implica em infinitos nãos."

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Lança uma flor ou uma flecha. Só não passes por aqui sem deixar-me um pouco de ti.

Imagens

http://photo.net/

google/imagens

Visitantes

Seguidores

No jardim...

Siga-me por email!