terça-feira, 12 de julho de 2011

Lua de memórias


Planetas e estrelas refletindo em meus sentidos o pulsar do universo. E eu era inteira em instantes. Hoje sou poeta. Metade distante de um pequeno mundo. Lua de emoções, ó, beleza quase eterna! Leve-me de volta... leve-me...

Um comentário:

Lança uma flor ou uma flecha. Só não passes por aqui sem deixar-me um pouco de ti.

Imagens

http://photo.net/

google/imagens

Visitantes

Seguidores

No jardim...

Siga-me por email!