sexta-feira, 29 de abril de 2011

Sabiá

Ao meu pai,
que me cantarolava bonitas e tristes
canções de ninar.


Sabiá lá na gaiola fez um buraquinho
Voou, voou, voou, voou!
E a menina que gostava tanto do bichinho
Chorou, chorou, chorou, chorou!

Sabiá fugiu p'ro terreiro
Foi cantar no abacateiro
E a menina vive a chamar:
Vem cá, Sabiá, vem cá.

A menina diz, soluçando:
Sabiá, estou te esperando!
Sabiá responde de lá:
Não chores, que eu vou voltar!

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Lança uma flor ou uma flecha. Só não passes por aqui sem deixar-me um pouco de ti.

Imagens

http://photo.net/

google/imagens

Visitantes

Seguidores

No jardim...

Siga-me por email!