terça-feira, 25 de agosto de 2009

De dentro

Do que me curo?
Coração-anseio
Oração-desejo
E do medo.

Cores-laçadas
Pincéis-passados
E dos dias atrás.

O agora-inseguro
O ontem imaturo
O depois e o sei lá.

Exponho-me
Lagri
mas
tenho medos
zas e monstro[s
olidão do oce[ano
que vem
outros tantos
dias de hoj[eu
vivo os tantos
de agora.

2 comentários:

Lança uma flor ou uma flecha. Só não passes por aqui sem deixar-me um pouco de ti.

Imagens

http://photo.net/

google/imagens

Visitantes

Seguidores

No jardim...

Siga-me por email!