quinta-feira, 2 de outubro de 2008

Linhas


...nossos destinos desenhando espirais...
Márjorie Estiano
Dei voltas e voltas. Esbarrei.
Algumas vezes, tentando fugir.
Outras vezes, querendo mesmo esbarrar.
Menti pra mim.
Eu queria acreditar.
Acreditei.
Mas hoje? Hoje os espirais parecem se desfazer...
Como duas linhas desenroladas
Seguindo na losa, sem fim.
Sem fim...
Até que venha um novo começo
Quando surgir o despontar de um novo dia
E o sol anuncie o tempo
De acordar do sonho
Que acreditei real.
Sonho. Apenas.
Mas o sol vem...
E vai ser um bom dia.
Um dia bom, um novo dia!
Quem sabe as linhas se encontrem
Sem desencontros mais
Como eram os velhos espirais...
Quem sabe se unam e sejam uma
Descobrindo paz...
Quem sabe, não.
Quem sabe encontrem no infinito
Outras linhas.
Quando surgir novo dia
Quem diria que isso eu diria
A gente vai ver...
Bom dia, meu bem, bom dia...
Amo você, meu bem, quem diria..

2 comentários:

  1. Me sentir num labirinto lendo isso.

    Finesse.

    ResponderExcluir
  2. Mima, seus textos me inspiram...
    Entrei aqui pra matar as saudades..
    Daí descobri um tesouro pow!!
    SAUDADES IMENSAS!!
    Bjo!

    ResponderExcluir

Lança uma flor ou uma flecha. Só não passes por aqui sem deixar-me um pouco de ti.

Imagens

http://photo.net/

google/imagens

Visitantes

Seguidores

No jardim...

Siga-me por email!