quarta-feira, 11 de janeiro de 2012

Pele

Basta-me um pequeno gesto, feito de longe e de leve, para que venhas comigo e eu para sempre te leve." 
Cecília Meireles

Não me toques a superfície.
A minha essência sente.

Dedos alheios, olhos displicentes
São-me arduamente insuficientes.

Se me tocas com dedos ásperos
Minhas pétalas caem.

Se me olhas com negligência
A minha alma arde.

Melhor que não me toques.
Melhor que não me olhes.

3 comentários:

  1. Intenso.
    Suas poesias sempre têm um toque especial, esta já é uma das minhas referidas daqui.

    abraço!

    ResponderExcluir

Lança uma flor ou uma flecha. Só não passes por aqui sem deixar-me um pouco de ti.

Imagens

http://photo.net/

google/imagens

Visitantes

Seguidores

No jardim...

Siga-me por email!