segunda-feira, 5 de dezembro de 2011

Maria

O mar em banho de sol
Enquanto o dia se estendia.

Maria seguia sozinha.

O mar ia e vinha.
Maresia.

Maria ia.
Sozinha.

Maria só ia.




5 comentários:

  1. Que vista! Maria, pelo visto, ama a calmaria!!!

    Belo poema!!!

    ResponderExcluir
  2. Que doce a sonoridade desse poema, doce e tranquila. Lindo. ;-)

    ResponderExcluir
  3. Curti mesmo, tenho que andar mais como Maria, com passos calmos, serenos, sem perturbações... Parabéns!

    ResponderExcluir
  4. Belo poema. Esses passos de Maria devem ser repetidos sempre, calmos, serenos, sem perturbações... Parabéns!

    ResponderExcluir
  5. Mima, este veio como aquelas ondinhas mansas que batem nos nossos tornozelos enquanto caminhamos na praia. Quase fazendo-nos um carinho!

    ResponderExcluir

Lança uma flor ou uma flecha. Só não passes por aqui sem deixar-me um pouco de ti.

Imagens

http://photo.net/

google/imagens

Visitantes

Seguidores

No jardim...

Siga-me por email!