sábado, 30 de janeiro de 2010

Base

A Brunno (meu Neco), com quem desejo dividir minha vida por todos os meus dias.

, que por fé se vive
Se vê e se espera
Pelo caminho que não se vê.

Oração, e a nossa voz
Suave e doce canção
Pelos tempos que ainda virão.

Paciência, em cansaço
Sustenta nossos sonhos
Pelo campo de obstáculos.

Lágrimas, nossa condução
Em correnteza leva nossa dor
É silêncio de nossa contrição.

Poesia, aquarela da vida
Encharca nosso coração
Nas cores do dia-a-dia.

Honra, ao sonho que dura
Ao corpo que morre
À alma que eu amo.

(Homenagem aos nossos três meses de namoro)

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Lança uma flor ou uma flecha. Só não passes por aqui sem deixar-me um pouco de ti.

Imagens

http://photo.net/

google/imagens

Visitantes

Seguidores

No jardim...

Siga-me por email!